mulheres no vazio da praça

R$ 33,27

contos

2012

101 páginas

.Z [editora do autor]

Depois de passar quase uma década tentando desvendar os mistérios da narrativa curta, A. Zhoras publica seu primeiro livro de contos, como registro da trajetória, também marcada pela menção honrosa recebida na edição de 2006 do Concurso Nacional de Contos Newton Sampaio. Unidos pelos elementos mulher/praça, os sete contos que compõe a obra procuram despertar vozes, ora adormecidas, ora indiferentes, ora calejadas, mas com potencial para o grito. São clamores silenciosos que imploram respostas diante de um mundo extremamente ruidoso, vazio e repleto de verdades duvidosas. “Mulheres” revela a luta azhoriana pela conquista de uma voz narrativa que traduzisse seu olhar sobre o cotidiano em conformação com o pulsar criativo que sempre o conduziu pelas trilhas da poesia.

* Comprando direto do autor, você pode ter descontos no valor no livro e ainda recebe a obra autografada. Clique no botão e confira as condições e forma de pagamento. 

[curiosidades]

O conto “A morte da galinha”, o quarto na ordem do livro, recebeu menção honrosa na edição do ano de 2006 do Concurso Nacional de Contos Newton Sampaio, promovido pela Secretaria de Estado da Cultura do Paraná.

A morte da galinha” foi publicado pela primeira vez na antologia lançada para divulgar os textos vencedores do mencionado concurso, em 2007.

Uma versão anterior do conto confetes foi publicada da edição de 14 de maio de 2004 do jornal Folha de Andirá, da cidade de Andirá-PR.

Em janeiro de 2011, o escritor publicou uma edição de “Mulheres no vazio da praça” pela Câmara Brasileira de Jovens Escritores, ainda assinando como Leandro Muniz.

Esta obra marcou o início do uso do pseudônimo A. Zhoras. No texto de apresentação, intitulado “Suicidou-se, graças a Deus”, com seu lirismo característico, o autor explica a novidade ao leitor.

[ desenvolvido pela agência do escritor ]