30/09/2015

 

Leitura dramática da obra de A. Zhoras integra a 34ª Semana Literária do SESC

"Os gatos do balaio" foi levado ao palco pelo grupo de cena Ócio Provisório.

A 34ª edição da Semana Literária SESC & Feira do Livro aconteceu entre os dias 28/09 e 02/10 de 2015. Com o tema "Poesia na cidade, cidade na poesia", várias atividades foram promovidas simultaneamente nas unidades do Serviço Social do Comércio espalhadas por todo o Estado do Paraná. No dia 30/09, a unidade de Jacarezinho levou ao público a leitura dramática de “Os gatos do balaio”, uma obra inédita de A. Zhoras, com a performance do grupo de cena Ócio Provisório. A apresentação teve início às 20h, sendo realizada na arena do CAT (Conjunto Amadores de Teatro) para  uma plateia composta por professores e estudantes da rede pública, além de convidados especiais.

“Os gatos do balaio” é um texto dramático que recorta uma tarde num botequim de subúrbio, desses impregnados de histórias sujas. Nele os personagens agonizam, atormentados pela falta de dinheiro e pela miséria cultural, e tentam se fazer heróis, dispostos a rifar a própria pele em troca de alguma esperança. Apesar de o cenário parecer pouco amistoso e o texto tocar nessa ferida de maneira um tanto agressiva, a poesia surge na obra como elemento capaz de abalar os alicerces, acendendo um foco de luz nos horizontes obscuros dos quais o enredo trata.

O grupo Ócio Provisório foi formado por estudantes do curso técnico em Arte Dramática, do Instituto Federal do Paraná, campus de Jacarezinho, com a única finalidade de realizar a leitura dramática.  

Entretanto, conforme revelou Leandro C. Muniz ao público antes da apresentação, o coletivo teve uma participação fundamental no processo de decupagem do texto: "Quando os ensaios para a leitura dramática começaram em agosto, a obra ainda estava numa versão mais longa, que foi sendo modificada aos poucos, na medida em que era testada dramaticamente pelo grupo de cena". O desafio de manter a atenção do público a uma leitura que durava cerca de noventa minutos resultou numa forma textual definitiva com uma estrutura bastante diferente da proposta inicial, revelou o escritor.

imagens [Ócio Provisório]

[ desenvolvido pela agência do escritor ]